Após chamar Maia de “Nhonho”, Salles diz que conta foi usada indevidamente

Compartilhe:

Após chamar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de “Nhonho”, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou nesta quinta-feira (29/10) que o perfil dele no Twitter foi usado indevidamente.

“Fui avisado há pouco que alguém se utilizou indevidamente da minha conta no Twitter para publicar comentário junto à conta do presidente da Câmara dos Deputados, com quem, apesar de diferenças de opinião, sempre mantive relação cordial”, escreveu Salles.

Após publicar essa mensagem, no entanto, a conta do ministro do Meio Ambiente foi desativada.

Questionado sobre o motivo de ter apagado a conta, o ministro do Meio Ambiente disse ter encaminhado “mensagem diretamente ao Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, explicando que não publicou tal mensagem e que vai apurar a utilização indevida”.

Em mais um episódio polêmico nas redes sociais, o perfil de Salles na rede social ofendeu, na noite dessa quinta-feira (28/10), Rodrigo Maia, ao chamá-lo de “Nhonho” — em referência a um personagem obeso do seriado mexicano Chaves.

Ele rebateu um comentário feito pelo deputado, no qual o terceiro na linha sucessória da Presidência da República diz que o ministro destruiu o meio ambiente e quer acabar com o governo.

“O ministro Ricardo Salles, não satisfeito em destruir o meio ambiente do Brasil, agora resolveu destruir o próprio governo” escreveu Maia no Twitter, no último sábado (24/10).

Procurado, Rodrigo Maia não se manifestou.