Coronavírus está no comando do Brasil, aponta o francês ‘Le Monde’

Hospital Regional da Asa Norte (HRAN)- Movimentação de paciente em hospital do Distrito Federal durante o surto de covide-19 Sérgio Lima/Poder360 29.06.2020
Compartilhe:

247 – Enquanto a imprensa doméstica naturaliza e normaliza a tragédia sanitária por que passa o Brasil, o jornalismo internacional cumpre seu papel e denuncia o descaso do governo Bolsonaro com os mais de 68 mortos brasileiros e quase dois milhões de infectados.

Leia a reportagem do jornal Le Monde. 

A Associated Press foi na mesma direção e destacou que Bolsonaro é uma espécie de garoto-propaganda da hidroxicloroquina, sublinhando os cuidados para o uso da droga, que pode causar efeitos colaterais fatais.

Depois da confirmação de que Bolsonaro foi contaminado pelo vírus, a imprensa global continua a repercutir a explosão de casos no país, destacando a catastrófica reação do governo à pandemia e o uso da hidroxicloroquina defendida pelo presidente, chamado de “garoto-propaganda” da droga pela agência internacional de notícias Associated Press. Já o diário francês ‘ Le Monde’ afirma que o coronavírus está no comando do país.

A reportagem publicada nesta quinta ressalta que a pandemia varre o Brasil enquanto grandes capitais como o Rio de Janeiro mergulharam em uma “anarquia total”. “Sob pressão dos círculos empresariais, mas também do presidente Jair Bolsonaro, prefeitos e governadores do país começaram a decretar por toda parte o fim das medidas de contenção que haviam adotado localmente”, relata o jornal. Ainda de acordo com o ‘Le Monde’, que descreve o panorama da pandemia a partir da capital carioca, “nenhuma distância é respeitada, quase nenhum controle é garantido”.