CPI da Covid vai recorrer de habeas corpus do governador Wilson Lima

Compartilhe:

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado, senador Omar Aziz (PSD), anunciou, nesta quinta-feira (10), que vai recorrer do habeas corpus concedido pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC). A decisão permitiu ao governador não comparecer para depor na comissão nesta quinta.

No início da sessão, Omar Aziz afirmou que Wilson Lima perdeu uma “oportunidade única”.

“Não faço pré-julgamento de ninguém. Governador, vossa excelência perde uma oportunidade gigante na sua vida, não só como homem público, mas também como pessoa, de explicar, de fato, quem são os responsáveis pelas omissões que aconteceram com o nosso povo, com o meu povo e com o seu povo, que governa esse estado”, disse.

Aziz disse também que espera de Marcellus Campêllo, ex-secretário de Saúde do Amazonas, esclareça o que o governador não quis esclarecer.

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) concorda. “Quem não deve não teme. Rosa Weber decidiu que quem decide se Lima deveria vir à CPI era ele próprio”, acrescentou.

Wilson Lima e o o secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, foram alvos de uma operação da Polícia Federal, que cumpriu 19 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão temporária em Manaus e Porto Alegre.