Deputado Dermilson Chagas estreita laços com a Academia

Compartilhe:

O deputado Dermilson Chagas (Podemos) se reuniu com a vice-diretora eleita da Faculdade Ciências Agrárias (FCA) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Angélica Corrêa, com o objetivo de discutir uma emenda parlamentar estimada em R$ 600 mil para produzir um estudo que contribuirá para o fim da moratória da piracatinga. O encontro foi realizado na última sexta-feira (18/6), no gabinete do parlamentar.

O deputado disse que a contribuição da Academia será fundamental para a escolha da instituição mais adequada para a realização da pesquisa, a qual apontará soluções para que a proibição da pesca dessa espécie seja finalmente encerrada. A pesca da piracatinga está proibida durante o ano inteiro desde 2015 e impede que cerca de 70 mil pescadores trabalhem nessa atividade.

O assunto também foi uma das pautas tratadas durante a série de reuniões, nas quais o deputado participou em órgãos federais e ministérios, em Brasília, nos dias 14 e 15 deste mês. A agenda na capital do país teve o apoio do deputado federal Silas Câmara (Republicanos-AM) e do senador Eduardo Braga (MDB-AM). Ambos também irão ajudar com destinação de recursos para o estudo dos botos e da piracatinga.

A comitiva do Amazonas percorreu os órgãos e ministérios para discutir os direitos dos pescadores e pescadoras artesanais. A comitiva foi composta pelo deputado Dermilson Chagas (Podemos), pelo presidente da Federação dos Sindicatos dos Pescadores e Pescadoras Artesanais do Estado do Amazonas (Fesinpeam), Raimundo Braga, e pelos representantes do Sindicato dos Pescadores no Estado do Amazonas (Sindpesca) de Autazes, Daniel Gomes; de Tapauá, Francisca Oliveira; de Manicoré, Hetyelson Monteiro; de Itacoatiara, Octávio Filho; de São Paulo de Olivença, Wellivelton da Silva; e de Beruri, João Amaro. Também participaram representantes dos municípios de Anamã, Maraã, Iranduba e Fonte Boa.

“Um dos fatores que foram discutidos em Brasília, durante a minha participação na audiência pública sobre o Seguro-Defeso e nas reuniões que participei em alguns órgãos e ministérios, com o apoio do deputado Silas Câmara e do senador Eduardo Braga, foi o recurso para poder fazer um estudo sobre a piracatinga e os botos. Vou disponibilizar essa emenda parlamentar para poder liberar a atividade para os nossos pescadores”, ressaltou Dermilson Chagas.

Novos projetos

Na ocasião da reunião no gabinete do deputado, a professora Angélica Corrêa aproveitou para apresentar ao parlamentar a composição da nova Diretoria da FCA/Ufam, que foi eleita no último dia 15 de junho, e também os projetos que a faculdade tem voltados para a inovação das Ciências Agrárias no estado do Amazonas, sobretudo a capacitação para o empreendedorismo dos profissionais que vão ser formados pela instituição

“Além disso, a gente pretende enfatizar dentro da Faculdade de Ciências Agrárias a questão dos projetos de pesquisa e negócios em colaboração com o Governo do Estado e a iniciativa privada”, ressaltou a docente, que foi eleita a nova Diretoria da FCA/Ufam pela chapa “Agrárias 5.0”, encabeçada pelo professor Carlos Victor Lamarão.

Angélica Corrêa explicou que a nova fase da revolução industrial é a Indústria 5.0, que se difere da Indústria 4.0 pelo fato de, além de trabalhar o desenvolvimento tecnológico, envolve, ainda o fator humano e conjuga desenvolvimento tecnológico com responsabilidade social, porque se baseia em tecnologias que viabilizam o uso de recursos naturais de maneira responsável.