Em coletiva, Doria promete enviar 50 mil doses da CoronaVac ao Amazonas

Compartilhe:

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse neste domingo (17) que enviará na segunda-feira (18.) 50 mil doses da CoronaVac, vacina cujo uso emergencial foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ao Amazonas.

“Nós vamos destinar, do estoque das vacinas que utilizamos no estudo clínico, vamos mandar amanhã, pela manhã, com a colaboração de uma das companhias aéreas solidárias, ou TAM ou GOL ou Azul, 50 mil doses da vacina para os médicos do Amazonas, porque já não confio no Ministério da Saúde”, disse.

O Amazonas passa por uma crise por conta da alta nos casos de coronavírus no estado. Desde a semana passada, falta, inclusive, cilindros de oxigênio para pacientes que desenvolveram quadros mais complicados da covid-19.

“A vacina do Butantan só está em São Paulo e no Brasil porque foi investimento do estado de São Paulo. Nao há 1 centavo até agora do governo federal para a vacina, nem para o estudo, nem para compra, nem para pesquisa nem para nada”, disse Doria, afirmando que o governo federal não investiu “1 centavo” na vacina desenvolvida no Instituto Butantan.

“Chega de mentira, ministro, trabalhe para a saúde do seu povo, seja honesto, seja decente, aprenda aquilo que na escola militar o senhor aprendeu. Se o senhor não conhece medicina, o Plano Nacional de Imunização, pelo menos respeite o corpo técnico do seu ministério e respeite a verdade”, continuou.