Emenda Parlamentar de Adjuto Afonso alavanca cooperativa no Amazonas

Compartilhe:
A Cooperativa de Trabalho de Artesanato Amazonense (Copamart), prestou contas, nesta sexta-feira, 18, da Emenda Parlamentar Impositiva, de autoria do deputado Adjuto Afonso (PDT), recebida em 2020, que abrangeu 15 cooperativas da capital e interior. O recurso direcionado foi aplicado na aquisição de matéria-prima e no incentivo às vendas online, suprindo a necessidade dos cooperados durante a pandemia Covid 19.

“Como presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), acompanho de perto o segmento junto à Organização das Cooperativas do Brasil no Amazonas (OCB/AM), dialogando com presidentes de cooperativas e buscando soluções para alavancar o setor. Estamos num período difícil com essa pandemia, são famílias que vivem do seu trabalho e de repente tudo estagnou. Fico feliz em ver que conseguimos melhorar a vida dessas pessoas”, ressalta o deputado Adjuto Afonso.

A prestação de contas aconteceu na loja da Copamart, localizada no 2º. piso do Shopping Ponta Negra, zona Oeste, onde são expostos trabalhos diversos feitos a partir de artefatos como cortiça, bambu, palha, vime dentre outras matérias-primas. A presidente da Copamart, Terezinha Lira, explicou as dificuldades das cooperativas desde o início da pandemia, que paralisou o setor tanto na confecção de produtos, quanto nas vendas. Ela ressaltou que fez questão de prestar contas dando transparência às ações executadas com o recurso.

“Ficamos praticamente seis meses fechados, nós vimos a necessidade de termos um site profissional com plataforma de vendas, para dar visibilidade ao nosso trabalho gerando oportunidade de vender pela internet. Durante o período em que ficamos fechados não vendemos e ficamos sem recurso para comprar matéria-prima. Essa Emenda, no valor de R$ 50 mil, foi essencial para nossa sobrevivência. Hoje, apresentamos o site e os produtos confeccionados com o recurso”, destacou Terezinha.

Ela ressaltou, ainda, que, com a Emenda, os cooperados tiveram a oportunidade de criar e lançar um produto feito a partir de material considerado lixo, que seria descartado na natureza, e que está fazendo sucesso na loja. “Foi um produto que desenvolvemos também com o dinheiro da Emenda, e estamos lançando, feito com borra de café e açafrão. Tudo aquilo que ia para o lixo, pode ser reaproveitado”, disse.

A Secretária Executiva do Trabalho e Empreendedorismo, Neila Azrak, esteve presente no encontro e explicou o trabalho da Setemp/Sedecti, junto às cooperativas do estado. 

 
“A nossa parceria é no sentido de somar, de abrir portas, de qualificar, fazer oficinas, de fazer com que eles participem mais ativamente das feiras. Uma das grandes dificuldades nessa época de pandemia é o escoamento do produto. Eles produzem, mas não tem como vender. A nossa parceria é para orientar, fazer oficinas, dar aprimoramentos nas peças, inclusive, temos vários projetos, em que eles vão participar, para saber como dar um designer mais refinado e, assim, ter uma valorização muito maior, tanto no estado quanto a nível nacional e internacional”, disse a secretária.

O presidente da OCB/AM, Merched Chaar, também compareceu, além de um representante da  Secretaria de Produção Rural do Amazonas (Sepror) e associados da Copamart.