Enquanto vacinação contra covid em Parintins está a pleno vapor Manaus ainda depende de um plano padrão PNI

Compartilhe:

A vacinação contra covid-19 em Manaus ainda depende de um plano de execução nos padrões do recomendado pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

Até que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) o defina e apresente à Justiça Federal, a vacinação vai continuar suspensa.

Diferente de Manaus, a campanha de vacinação em Parintins está pleno vapor e logo outros municípios, também.

Cada povo tem o governo que merece. Manaus tem David Almeida, um fanfarrão que dispõe de pesada estrutura tecnológica, econômica e de poder e está à reboque de Parintins, porque que um prefeito notadamente marcado pela incompetência.

Uma vergonha. Em outros tempos já teria sofrido intervenção estadual.

Hoje interdita o viaduto da zona norte, depois nomeia o cabidão do David, depois permite que secretários e funcionários recém-nomeados furem a fila da vacina e se não bastasse manda para a justiça relação dos vacinados completamente furada, com informações completamente distorcidas com a realidade.

Com tantas burradas, nada mais restou à juíza Jaiza Fraxe senão segurar o estoque da vacina AstraZeneca chegado no início da semana a Manaus.

“Na cidade de Manaus, os imunizantes AstraZeneca e Coronavac serão distribuídos a qualquer momento, desde que obedecidas as regras de prioridade já estabelecidas em todo o país, não podendo haver privilégios ou desvios de qualquer espécie, sujeitando os infratores à prisão em caso de flagrante delito, na forma da lei”, destaca a magistrada.

Vergonha!