Frank Lima morre aos 79 anos vítima de parada cardiorrespiratória

O ex-prefeito de Manaus Frank Abrahim Lima morreu no final da tarde desta quarta-feira, 8, após uma cardiorrespiratória. Ele tinha 79 anos de idade e, de acordo com seu irmão, o ex-secretário de Fazenda, Isper Abrahim Lima, Frank tinha problemas de saúde e estava em casa quando morreu.

“Ele tinha uma doença autoimune que afetava sua parte motora. Estava doente há alguns anos”, disse Isper.

Frank Abrahim dirigiu a cidade de Manaus entre os anos de 1972 e 1975, nomeado pelo então governador João Walter de Andrade. Na época, no regime militar, não havia eleição para prefeito.

Lima também atuou depois em várias gestões, após a redemocratização. Na última vez foi coordenador da Unidade Gestora do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), nas gestões de Eduardo Braga (MDB) e Omar Aziz (PSD).

O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), emitiu nota de pesar e declarou luto oficial por três dias.

O corpo vai ser velado na funerária Almir Neves e a família aguarda a chegada de um filho de Frank, que mora fora, para realizar o sepultamento.