Idosos com covid são mantidos no Hospital João Lúcio em sala isolados com paciente morto

Compartilhe:

Um grupo de idosos diagnosticados com covid-19  permaneceu algo em torno de 13 horas isolado em uma sala do Hospital João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, sexta-feira (18), junto com o corpo de outra pessoa idosa que havia falecido vítima do coronavírus SARS-CoV-2.

Familiares de um dos idosos registrou a lamentável e triste cena  com o celular.  Nas fotos é possível ver ao menos três pacientes deitados, em situação precária, enquanto o corpo do paciente falecido está dentro de um plástico cinza, mas próximo aos demais.

A consultora de vendas Miriam Barros, filha de um dos pacientes que se encontrava na sala isolada, declarou em entrevista ao G1 que “colocaram o meu pai numa sala onde tem um morto, e ele está aqui desde a madrugada. Um descaso”.

Miriam relata que chegou a pedir várias vezes que retirassem o corpo do paciente falecido da sala onde estavam seu pai e outros pacientes idosos que estavam sendo tratados. “Mesmo eu fazendo todo um auê, eles só foram retirar o corpo às 15h30. O corpo estava lá na sala desde a madrugada”, recorda.

O pai de Miriam tinha 90 anos, e acabou falecendo no início da tarde sábado (19). Outra paciente, uma mulher de 86 anos que também estava na sala, chegou a cair da maca onde se encontrava algumas vezes, mas nem sempre contava com ajuda do pessoal do hospital para se levantar, segundo testemunhos.

A Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas publicou uma nota lamentando a situação. Também garantiu que será aberta uma investigação para apurar as responsabilidades do caso. Até a sexta-feira, o Amazonas registrava mais de 5 mil óbitos por covid-19, e mantinha 500 pessoas internadas com a doença em hospitais públicos.