Juíza manda suspender entrega de vacinas da Oxford em Manaus

Compartilhe:

A juíza Jaiza Fraxe, da 1ª Vara Federal Cível do Amazonas, determinou que seja suspensa a entrega das doses da vacina Oxford/AstraZeneca em Manaus. A suspensão vale até que o município implemente medidas de transparência na vacinação e publique listas diárias de quem foi imunizado.

A juíza alega que a decisão visa evitar que pessoas que não pertencem ao grupo prioritário recebam doses da vacina.

A decisão foi provocada por ação civil pública dos Ministérios Públicos do Amazonas, Federal e do Trabalho, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), e das Defensorias Públicas da União e do Amazonas, contra o município de Manaus.

Em entrevista ao portal G1, Jaiza Fraxe afirmou que as doses destinadas ao interior do estado “podem e devem ser aplicadas urgentemente”.

Em nota, a Prefeitura de Manaus afirmou que trabalha nas correções das falhas encontradas na lista de vacinados contra a Covid.