Médico usa barco para atender criança em rua alagada de Tarauacá no Acre

Compartilhe:

Com fortes enchentes na última semana, dez das 22 cidades do Acre tiveram transbordamentos de rios. A região ainda vive surto de dengue e covid-19, com falta de leitos em todo o Estado e, na fronteira, imigrantes não conseguem deixar o Brasil. O presidente Jair Bolsonaro prevê visita ao Estado nesta quarta-feira, 24.

Em meio à velocidade de elevação do nível do Rio Tarauacá, na cidade de mesmo nome, uma imagem chamou a atenção: o médico Rodrigo Damasceno realizava o atendimento de uma criança de 2 anos em uma rua alagada. O flagrante foi feito por um dos moradores do bairro da Praia, um dos mais atingidos pela cheia.

“A situação era tão crítica que saí pelas ruas alagadas de barco, prestando auxílio, fazendo atendimentos. Temos um trabalho voluntário que atende a comunidade gratuitamente, todos os meses. Sempre escolhemos um bairro e fazemos a atividade de atendimento médico especializado”, conta Damasceno.

De barco, ele circulou por todos os bairros alagados. “Na hora em que atendi aquele menino, eu estava dentro da água porque tinha acabado de sair de uma casa”, conta. “Montei uma espécie de consultório ali mesmo, com a assistente.” Com a divulgação da foto, ele recebeu muitas mensagens de colegas. “Muita gente, de vários Estados e até de fora, me mandou mensagem comentando”, diz.

Matéria completa aqui