Padre grava áudio antes de morrer de covid-19 e diz que estava cansado de lutar

Compartilhe:

Morreu, na madrugada desta quarta-feira (22/7), o padre João da Silva, aos 52 anos, vítima de complicações causadas pelo novo coronavírus. Atuante em Brasília, Silva havia sido transferido da capital federal para Campos do Jordão em 2019. Ele estava internado em um hospital do município paulistano desde 1º/7, após apresentar dificuldade respiratória.

Paróquia São Pedro e São Paulo, de Taguatinga. “Oremos pelos seus familiares, para que Jesus Cristo e Nossa Senhora Aparecida, a quem ele era devoto, o recebam em sua infinita misericórdia”, disse o religioso, ao comunicar a morte do amigo. “Ficam a saudade e a memória de seu trabalho, dedicação de serviço e doação”, conclui.

Fernandes estava com Silva desde sua mudança para a cidade paulistana, no ano passado. Na capital, ele teve uma crise pneumática, provocada por causa do clima de Brasília. O padre era conhecido no DF principalmente por sua atuação na igreja São Miguel Arcanjo, no Riacho Fundo, tendo também participado ativamente na mesma paróquia de Fernandes, em Taguatinga Norte. O religioso atuou ainda como vigário nas igrejas Nossa Senhora da Assunção, em Águas Claras, e Nossa Senhora da Esperança, na Asa Norte.

Em áudio enviado a conhecidos, momentos antes de ser internado, o padre já se mostrava bastante abatido por causa da doença. Fonte/Metropoles

Ouça