Polícia Federal avisa ao STF que tomará depoimento de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (24) que há "99% de chance" de o Grande Prêmio de Fórmula 1 do Brasil ser sediado no Rio de Janeiro a partir de 2021. Bolsonaro deu a declaração em uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto após ter se reunido com o governador do Rio, Wilson Witzel, e com o executivo da Fórmula 1, Chase Carey.Foto: Sérgio Lima/PODER 360

A Polícia Federal enviou um ofício ao ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, no qual avisa que “nos próximos dias torna-se necessária a oitiva” do presidente Jair Bolsonaro, no âmbito do inquérito que apura se ele interferiu de forma indevida na corporação.

“Informo a Vossa Excelência que as investigações se encontram em estágio avançado, razão pela qual nos próximos dias torna-se necessária a oitiva do senhor Jair Messias Bolsonaro, presidente da República”, escreveu a delegada Christiane Correa Machada, conduz o inquérito. O ofício foi enviado na última sexta-feira (19).

No ofício, a PF não informa se o depoimento será feito por escrito ou presencial. Celso de Mello deve se posicionar sobre o formato da oitiva. O inquérito apura se Bolsonaro demitiu o ex-diretor-geral da PF Maurício Valeixo para proteger familiares e aliados de investigações em andamento na corporação, como acusou o ex-ministro da Justiça Sergio Moro no anúncio de seu pedido de demissão.