Secretário-geral da ONU diz que mundo paga ‘preço alto’ por desdenhos à pandemia

Compartilhe:

PODER 360 – O secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), Antonio Guterres, cobrou nesta 2ª feira (18.mai.2020) que os países tenham unidade no combate à pandemia. Segundo ele, o mundo paga 1 “preço alto” por agir com estratégias diferentes.

“Muitos países ignoraram as recomendações da Organização Mundial da Saúde”, afirmou ele em videoconferência na abertura da Assembleia Mundial da Saúde.

“Como resultado, o vírus se espalhou pelo mundo e agora se dirige para países do sul, onde pode ter efeitos ainda mais devastadores; e corremos o risco de novos picos e novas ondas”, acrescentou.

O diretor da OMS , Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que fará uma apuração “independente” sobre a resposta à pandemia “o mais rápido possível no momento apropriado”.

“Lançarei uma avaliação independente o mais rápido possível, no momento apropriado, para revisar as experiências e lições aprendidas e fazer recomendações para melhorar a preparação e resposta nacional e global à pandemia”, afirmou Tedros.

O ministro da Saúde interino do Brasil, Eduardo Pazuello, também participou do encontro virtual da ONU e da OMS. Segundo ele, o Brasil está empenhado em iniciativas globais e “não quer deixar ninguém para trás”.

Até as 13h30 desta 2ª feira (18.mai.2020), o mundo contabilizava 4.848.110 casos de contaminação pelo novo coronavírus. O Brasil é o 5º país com mais registros. No planeta, 317.791 pessoas já morreram pela doença.