Silas Malafaia é condenado por vídeos onde tentava difamar Marcelo Freixo

Compartilhe:

O pastor Silas Malafaia terá que indenizar o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) em R$ 15 mil, por determinação da 36ª Vara Cível do Rio.

A razão são quatro vídeos que o pastor postou na internet durante a campanha de 2016 disseminando boatos contra o político.

“O seu partido, o PSOL, é a esquerda radical que acredita naquele comunismo da União Soviética anterior a 1988. O PSOL apoia o governo da Coreia do Norte, Cuba, Venezuela. É esse sistema que apoiam e querem implantar no Rio de Janeiro”, disparou em uma das gravações, publicada na terça-feira (6).

“Marcelo Freixo é a favor de que crianças de seis anos aprendam sexualidade na escola”, continuou. “Vagabundos, deveriam estar na cadeia”.

Segundo o pastor, Freixo é “contra a PM e apoia os black blocks”. Para tentar conter a onda de boatos espalhados pelas redes sociais, a equipe do candidato lançou o site “A Verdade sobre Freixo”. Fonte/Revista Forum