STF autoriza Lula a ter acesso a acordo de leniência da Odebrecht

Compartilhe:

2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) garantiu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o acesso parcial a 1 acordo de leniência firmado pela Odebrecht com o MPF (Ministério Público Federal) no valor de R$ 3,8 bilhões.

A decisão desta 3ª feira (4.jul.2020), apoiada pelos ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, e rejeitada por Edson Fachin, atende a pedido da defesa do petista.

O inquérito apura envolvimento do ex-presidente em suposto esquema de favorecimento da empreiteira em contratos com a Petrobras.

Os advogados de Lula querem ter acesso aos termos do acordo antes de a Justiça validá-lo ou não. Assim, está reaberto o prazo para que Lula apresente suas alegações finais no processo.

O esquema teria envolvido o pagamento de vantagem indevida de R$ 75,4 milhões ao PT e a lavagem de outros R$ 12,4 milhões ao ex-mandatário, por meio de 2 imóveis. Um desses prédios serviria para abrigar a futura sede do Instituto Lula, em São Paulo.

Assista à sessão da 2ª Turma desta 3ª feira (4.ago.) Fonte/Poder360