“Essa camisa representa liberdade e democracia”, dispara Casagrande contra Marcelinho Carioca (vídeo)

Compartilhe:

O ex-jogador Carlos Casagrande, um dos protagonistas da Democracia Corinthiana, reagiu ao vídeo em que o também ex-jogador Marcelinho Carioca aparece bajulando Jair Bolsonaro e vestindo a camisa do clube.

Casagrande afirmou que a camisa representa liberdade e democracia e advertiu que ninguém pode representar o clube alvinegro politicamente.

“Eu cheguei em 1975 nesse clube, no Corinthians. Comecei minha vida lá, corinthiano de garoto, cheguei para jogar no dente de leite e nas categorias de base do Corinthians. Em 1979 a torcida do Corinthians abriu uma faixa dizendo anistia, para os presos políticos e exilados políticos. Em 82, 83 e até 85, essa camisa era da Democracia Corinthiana. Essa camisa representa liberdade e democracia. Nenhum ex-jogador tem direito de representar o clube politicamente, eu também não tenho. Isso aqui sempre foi democracia”, disse.

Em vídeo publicado nas redes, Marcelinho apareceu entregando o novo uniforme do Corinthians para Bolsonaro e, na sequência, também demonstrou apoio à nova Medida Provisória (MP) do futebol, assinada em junho.Fonte/247

Aprende aí Marcelinho CuzaoCasagrande tu és gigante!!

Posted by Gustavo Nascimento Landim on Wednesday, July 29, 2020