“Manaus nunca teve um time. É uma floresta”, diz jogador brasileiro ao tabloide inglês Mirror

Compartilhe:

“Boa sorte com isso. Manaus tem floresta, rio embora a maioria dos brasileiros nunca tenham ido na Amazônia. Eu nunca fui”, admite Sandro Spurs, entrevistado pelo tabloide inglês, Mirror.

Veja

http://www.mirror.co.uk/sport/football/news/england-warned-world-cup-venue-2916251

A Inglaterra já está se preparando para a Copa do Mundo e estrear contra a Itália no inferno ou em uma sauna como é Manaus.

Spurs, como é chamado Sandro, ex-internacional, alertou, de que a viagem até Manaus e as condições climáticas a serem enfrentadas serão um grande obstáculo a ser superado.

Os homens de Roy Hodgson jogam contra a Itália na abertura da Copa do Mundo no dia 14 de junho.

As temperaturas no Arena Amazônia deverão ser superior a 30 graus com níveis de umidade mais de 90%.

Sandro admitiu que preferia ir para Manaus para ir pescar em vez de jogar futebol.

Sandro disse: “Uau! Boa sorte. Trata-se de um voo de quatro ou cinco horas a partir do Rio de Janeiro até Manaus, onde a Inglaterra enfrenta a Itália”.

“Também é um longo caminho de São Paulo, onde a Inglaterra joga na próxima fase”.

“Manaus nunca teve um time. É uma floresta. Nós brincamos sobre Manaus. Eu brinco com pessoas de Manaus de que lá só existe floresta, rio e que é ele é bonito, mas isso é a piada”.
“Manaus é uma cidade grande, mas escondida na Amazônia. A maioria dos brasileiros não a conhece”.
“Eu quero ir lá, mas para pescar , porém, não para jogar futebol”.

Jogo da Inglaterra está programada para começar no local a 18hs.

Com temperaturas chegando a 30 graus centígrados no início da noite, Inglaterra e Itália estão fazendo lobby FIFA para bebidas obrigatórias e paradas durante as partidas.

Perguntado se ele estava surpreso de Manaus ser escolhida como sede da Copa do Mundo, Sandro acrescentou: ” Sim, porque, mesmo que eu nunca tenha jogado lá, eles não têm uma boa equipe.

“Mas isso é o Brasil! Todo mundo ficou surpreso”, disse Sandro.

 

 

sobre Sandro

 

Sandro ganhou espaço no Inter, quando Edinho e Maycon contraíram Hepatite A no início de 2008. Foi promovido dos juvenis para reserva dos profissionais ainda no Campeonato Gaúcho de 2008.

Sua melhor oportunidade de participação nos jogos surgiu no Campeonato Brasileiro de 2008 com o técnico Tite. Devido a uma lesão sofrida pelo zagueiro Sorondo, foi inscrito na Copa Sul-americana 2008 no lugar deste e acabou herdando a camisa de número 4.

Em 2009, tornou-se titular do Inter substituindo o volante Edinho, assumindo a camisa 8.

No dia 13 de março de 2010, foi confirmado que o volante defenderá o Tottenham Hotspur da Inglaterra, após a disputa da Libertadores, sendo vendido por 10 milhões de euros, após 3 anos de atuação inexpressiva o time inglês percebeu o péssimo negócio feito.
Na sua última partida pelo Inter, Sandro se despediu com o título da Copa Libertadores da América 2010.

Estreou pelo Tottenham Hotspur no dia 21 de setembro de 2010, na derrota por 4×1 para o Arsenal em White Hart Lane.

Apesar da derrota, foi eleito por torcedores o pior jogador do time em campo.
Sandro marcou o seu primeiro gol pelo Tottenham após 2 anos, um gol contra diga se de passagem em uma derby contra o Chelsea, o clássico londrino, Sandro fez um belo gol contra.

Um chute de fora da área que acertou o ângulo do goleiro do Chelsea Petr Čech;apesar de seu gol, o Tottenham acabou sendo derrotado pelo placar de 6 a 1.