Policiais cercam residência de presidente da Argentina e lançam bomba molotov

Compartilhe:

Policiais em Buenos Aires protestam e cercam a residência oficial do presidente da Argentina, a Quinta de Olivos, onde se encontra Alberto Fernández. Eles carregam bandeiras da Argentina e pedem aumento salarial. O protesto é contra o presidente e o governador de Buenos Aires, Axel Kicillof, do Partido Justicialista (peronismo).

Apesar do pedido de Fernández para dialogar com as forças, entrando na residência, os policiais disseram ao jornal Clarín que não iriam entrar. “Que saiam o presidente e o governador para falar conosco aqui”, afirmou um policial.

Na manhã desta quarta-feira, 9, uma bomba molotov foi lançada contra a Quinta de Olivos. As manifestações ocorrem em diversos pontos da cidade e da província, segundo o jornal infobae.

O jornal da esquerda argentina Página 12 informou, em reportagem, que diversas organizações populares estão se manifestando contra as mobilizações policiais contra o governo.

 Brasil 247