“Religiosos estão dispostos a morrer”, diz André Mendonça no STF

(Brasília - DF, 10/06/2020) Palavras de André Mendonça, Ministro da Justiça e Segurança Pública. Foto: Anderson Riedel/PR
Compartilhe:

O advogado-geral da União, André Mendonça, defendeu nesta quarta-feira (7/4), no Supremo Tribunal Federal, a liberação de cultos presencias em meio à pandemia de Covid-19. Na ocasião, ele citou trechos da Bíblia para justificar a defesa de aglomeração durante práticas religiosas.

Mendonça, que também é pastor, citou o Evangelho de Mateus: “Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”.

O AGU chegou a afirmar que “os verdadeiros cristãos estão dispostos a morrer para garantir a liberdade de culto”.

Matéria completa  aqui